A “Cura Gay”

Por Vanessa Campos

Prometi que não iria, nessa coluna, abordar assuntos polêmicos. Sempre gostei de me envolver em discussões intermináveis e dos mais diversos assuntos. Era, acreditem, praticamente um hobbie. Adorava conversar ou até discutir sobre religião, política e enfim todos os assuntos que gerassem longas horas de argumentação…em vão na maioria das vezes. Hoje prefiro nem entrar em qualquer conversa que sei que irá seguir para esse caminho. Mas a “cura gay” – sério! Não me aguentei!

Foi demais para minha capacidade pacificadora não me posicionar diante de tanta ignorância. Na verdade fico pensando: qual a relevância da orientação sexual de cada um? O que tem de importante se a pessoa gosta de alguém do mesmo sexo ou do sexo oposto? O que interessa quem ela beija, e ou tem atração sexual? Ou seja lá o que for. Vão se meter nas suas vidas! Já está difícil cada um cuidando de si. Como as coisas seriam diferentes se cada um olhasse para sua própria vida e se tornasse um ser humano melhor, evoluindo sempre e se preocupando com o outro. Tendo empatia, sendo solidário e praticando a compaixão. Ao contrário – foi surpresa porque vejo que têm pessoas que ficam só vivendo, observando, criticando e julgando a vida dos outros. Quase agourando!

A orientação sexual de cada um não interfere em nada o caráter da pessoa. O ser humano que aquela pessoa é. O profissional competente ou não que a pessoa seja. Sério!!! Fico revoltada. Vão “se catar” essas pessoas que ficam dando fé na vida dos outros. Vão viver as suas vidas!!!! Têm coisas tão mais importantes para se discutir e essa gente medíocre fica gastando energia levantando esse tipo de assunto. Amor é amor. Seja ele de onde for. Nossa, teria tanta coisa a se falar: os políticos corruptos roubando e falindo nosso país, o caos na segurança pública, a venda da Amazônia, as mulheres sendo maltratadas, sofrendo abuso moral e físico, as crianças sem educação – e vem me falar de “cura gay”. Convenhamos!!!!

A vida já é tão complexa…ter alguém para amar também. Confiar, e se entregar!  Homossexualidade existe desde que o mundo é mundo. Grandes nomes que fizeram história ao longo dos séculos da humanidade eram gays…e eu com isso! Foram grandes líderes, cientistas, artistas e etc… De que importa? Acho que é muito pior viver uma vida paralela- que algumas pessoas vivem, mentir para si mesmo do que ter a coragem de ir em busca do que se acredita e do que te faz feliz.

Apoio qualquer forma de amor!!!!! Que respeitem as diferenças!

Um beijo até semana que vem

Vanessa Campos

Você também poderá gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.