André López e Dunia Elias estreiam o capitulo I de “Amoresmeus”

O projeto musical “Amoresmeus” acaba de nascer. Inspirado em uma história de vida (vida a dois), o concerto fala de amor, de amores e desejos que envolvem a vida do produtor Alexandre Machado e o cantor André López. Juntos e com uma bagagem que acumula mais de 60 anos de trabalho voltado para música, resolveram colocar em prática ideias construídas ao longo destes anos.

andre-lopez-alexandre

Alexandre Machado e André López – Foto: Mirley Pias

 

O primeiro capítulo de Amoresmeus, chamado “Encantamento”, traz André López na companhia da pianista Dunia Elias, uma perfeita combinação de voz e piano que deu origem a um EP composto por seis canções, que ficaram marcadas pela interpretação de grandes cantores do Brasil e do mundo.  As gravações de amoresmeus iniciaram em fevereiro deste ano no estúdio Audio Porto, que abriu as portas para este projeto mesmo antes da inauguração do espaço, o que foi fundamental para a produção já que é o único estúdio com piano de cauda em Porto Alegre.

 

Dúnia Elias / Foto: Patrícia Magallanes

 

O segundo capítulo, “Fecundo”, terá a participação da pianista Elda Maria Pires e a estreia prevista para o fim deste ano. O concerto com 16 canções trará sonoridades ancestrais para o presente, revisitando clássicos da música popular, internacional e erudita, mantendo ainda o formato “voz e piano”.

“Estamos aprendendo e amadurecendo com esse projeto e vamos “fecundar” o mundo com nossa música, distribuindo o amor, que se multiplica entre nós, e as inúmeras parcerias que temos firmado com pessoas que também almejam a excelência na música e a dignidade plena do humano, antes de qualquer coisa”, conta o produtor Alexandre Machado.

 

O capítulo I de Amoremeus está no ar através do site www.amoresmeus.com e em todas as plataformas digitais. O concerto será gravado em CD e DVD e será lançado ano que vem em Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e logo após segue em turnê pela Europa e Países Árabes.

 

Sobre André Lopez: Integrou o Coro Sinfônico da OSPA como por 30 anos, período em que aprendeu técnica vocal com o prof. Decápolis de Andrade e foi regido por grandes maestros como: Manfredo Schmiedt, Isaac Karabtchevsky, Evandro Mattè, Frederico Gerling, Eleazar de Carvalho, entre outros, em centenas de peças de autores como: Beethoven, Brahms, Vivaldi, Puccini, Mozart, Rossini, etc. Paralelo à carreira musical, formou-se em Artes Visuais na UFRGS e exerceu a profissão de professor de arte no município de Canoas/RS durante mais de uma década.

Desenvolveu atividades de canto profissional como preparador vocal e condutor de grupos vocais em Porto Alegre e Canoas. Seus primeiros solos foram nos anos noventa, no grupo vocal Contraponto, em apresentações fora do Estado e também com a OSPA.  Fez backing vocal para importantes nomes das artes brasileira e internacional, como Roberto Carlos e Luciano Pavarotti, Bibi Ferreira e Edson Cordeiro.

 

Sobre Dúnia Elias: Pianista, compositora, atriz, musicoterapeuta: Dunia Elias é uma personalidade artística sui generis na cena musical riograndense. Seu trabalho inclui música erudita de câmara, música instrumental popular, incursões no teatro (como atriz-pianista em peças de Brecht/Weill), solos com orquestra, e suas próprias composições – várias delas premiadas em festivais.

Gravou o CD “Ao Sul”, com Alejandro Massiotti.

 

Fonte: Assessora de imprensa Lzf Conteúdo e Design

 

Você também poderá gostar...

1 Response

  1. Lawrence disse:

    Terrific job on the create up! I expect toward watch look at significantly excess within just competition towards by yourself!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.